Notícias
30 de Maio de 2016 | Abril volta a registrar crescimento da inadimplência de pessoas jurídicas no país

Região Sul teve elevação de 11,89% do número de empresas com dívidas. FCDL-RS defende menos impostos e mais gestão em nível governamental para reverter este processo

Pesquisa realizada pelo SPC, em abril, apontou o crescimento do número de empresas inadimplentes no Brasil, totalizando quase 14% de acréscimo em relação ao mesmo período de 2015. Os dados apontam que na região Sul o aumento foi de 11,89%, o menor índice entre as que foram avaliadas pelo SPC, ficando a Nordeste, com elevação anual de 15,58%, na liderança do número de CNPJs negativados.

Na avaliação da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul - FCDL-RS, gestora do SPC, volta a chamar a atenção no levantamento o fato dos setores credores que concentram a maior parte das dívidas de pessoas jurídicas, ou seja, para quem as empresas estão devendo, serem, novamente, os de Serviços e o Comércio. Na região Sul, por exemplo, 71,99% dos débitos não quitados são com o setor de Serviços, vindo a seguir o Comércio, com 16,87% e a Indústria com 10,81%.

- Mesmo que a região Sul apresente um índice menor do crescimento de empresas inadimplentes, o que vemos é que 11,89% é um indicador que reflete a deterioração do quadro econômico do país neste início de 2016. As empresas já não estão conseguindo honrar seus compromissos e isso acaba gerando um círculo vicioso de endividamento entre as pessoas jurídicas, fato extremamente maléfico para a economia do Rio Grande do Sul e do Brasil - destaca o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

Para o dirigente, a elevação do número de CNJPs inadimplentes mostra o quanto a recessão econômica é prejudicial para as empresas de todos os setores. Ele enfatiza ser importante que o governo volte a apostar em ações que ajudem a reaquecer o mercado de trabalho e o consumo, pois somente desta maneira será possível que o empresariado pense em retomar investimentos. A FCDL-RS, segundo Vitor Augusto Koch, defende menos impostos e mais gestão em nível governamental para dar um basta a crise política e econômica e, por consequência, livrar o Brasil da recessão vivida atualmente.

Fonte: FCDL-RS
http://www.fcdl-rs.com.br/component/content/article/26-comunicacao/noticias/2339-abril-volta-a-registrar-crescimento-da-inadimplencia-de-pessoas-juridicas-no-pais?Itemid=0

 
 
Lopes e Pauletto Associados
Rua Moreira César, 2695 Sala 701
Bairro São Pelegrino - CEP 95034-000
Caxias do Sul – RS
(054) 3223-8334
(054) 3214-1996
(054) 3214-1587